Salsa de Manga

Enfrentei um dilema gastronômico-geográfico antes de escrever esse post. Moro no hemisfério norte, o que significa que enquanto é verão aqui na Palestina, é inverno aí no Brasil. Aonde entra a parte gastronômica do problema? As frutas e verduras que encontro no mercado nesse momento só estarão a disposição dos meus leitores brasileiros daqui a seis meses. Então o que fazer se eu quiser publicar uma receita que ninguém vai poder fazer agora? Devo esperar até dezembro, quando o verão, e os ingredientes da receita, chegarão no hemisfério sul?

Como a foto acima indica, acabei decidido publicar a receita agora mesmo. A razão? Os amigos que, como eu, moram no hemisfério norte. Eu posso contá-los nos dedos de uma mão mas eles significam muito pra mim. Pros brasileiros que só verão mangas em dezembro, devo dizer que vale a pena esperar.

Salsa é molho em espanhol, mas no México eles também chamam de “salsa “um tipo de salada-acompanhamento prima da nossa vinagrete. A salsa mais conhecida é a de tomate, claro, mas existem outras mais exóticas a base de frutas. Manga é a minha fruta preferida e quando descobri essa salsa de manga quis experimentar imediatamente. Infelizmente não era época de mangas e tive que esperar um bocado até poder fazer a receita (juro que não estou tentando descontar isso em ningém).  Meses depois, quando pude enfim provar a salsa, me perguntei como pude ter vivido 28 anos sem ela. Misturar manga fresca com coentro, cebola e pimenta pode parecer estranho pra alguns mas o resultado é fenomenal. Não sei se minha receita pode ser considerada uma autêntica receita mexicana, já que a adaptei de uma que encontrei na internet e não sei de onde vinha. Mas mexicana ou “agringada”, essa salsa é delícia pura.

Conselho pro pessoal do hemisfério norte: aproveitem o verão, e as mangas, ao máximo. Pro pessoal do hemisfério sul: anotem em suas agendas agora “fazer salsa de manga quando o verão chegar”. Confiem em mim, eu só dou conselhos sábios.

Salsa de manga

Será que preciso dizer que o sabor da salsa depende inteiramente da qualidade das mangas usadas? Como já disse aqui, quanto mais simples a receita, mais importante a qualidade dos ingredientes. Tradicionalmente, salsas são feitas com pimentas picantes mas eu acho que o ideal aqui é usar pimentas de cheiro, saborosas e sem nenhum ardido. Os puristas que me perdoem, mas pimenta de cheiro acrescenta um sabor especial ao prato, enquanto as outras só trazem ardor. Caso você seja fã de comida picante, nada o impede de juntar umas gotinhas de molho de pimenta, ou uma pimenta ardida picada, ao prato.

2 mangas pequenas (ou 1 grande), maduras mas firmes, em cubos

1 ½ cs de cebola roxa picada bem miúda

1 pimenta de cheiro vermelha picada*

2cs de coentro picado

1cs de suco de limão

1cs de azeite

uma pitada de sal

Misture as mangas, a cebola, a pimenta de cheiro e o coentro. Regue com o azeite e o suco de limão, acrescente uma pitada de sal e misture bem. Sirva como acompanhamento de um “burger” ou “salsicha” vegetal, dentro de um sanduíche com tofu defumado ou com feijão preto e arroz. Rende aproximadamente 2 xícaras.

* Caso você não encontre pimenta de cheiro, substitua por 1cs de qualquer pimenta vermelha que não seja muito ardida (a mais suave que você encontrar) ou, se quiser evitar totalmente o ardor, 1cs de pimentão vermelho. Como aqui na Palestina não tem pimenta de cheiro, usei uma pimenta vermelha que quase não arde, mas que infelizmente também quase não tem gosto. Mas vou repetir: pimenta de cheiro eleva essa salsa a um nível de “deliciosidade” irresistível!

Anúncios