Esse é o centésimo post que escrevo e ele vem com uma surpresa. Aquela surpresa da qual falei um tempo atrás. Um dia Ricardo da Vege TV deixou um comentário aqui no blog perguntando se eu não toparia fazer um vídeo pra eles e se eu morava em São Paulo. Respondi que morava na Palestina e que não queria fazer vídeo não, senhor, pois morro de vergonha dessas coisas e prefiro continuar escondidinha na minha caverna nos confins do Oriente Médio. Mas Anne estava do meu lado e me obrigou a aceitar o convite. Ela, além de ser uma fotógrafa super talentosa, trabalha com vídeo e já fez até um curta metragem que foi mostrado em vários países. Como ela se propos a fazer o vídeo, a perspectiva de trabalharmos juntas me animou e reescrevi o email dizendo “Claro, pois não, com todo o prazer.” Depois passei a noite acordada pensando na vergonha que ia passar.

E foi assim que passamos dois dias filmando e editando minha tentativa de ser a nova Ofélia. Escolhi preparar gnocchi (ou nhoque) porque é provavelmente minha receita preferida pra servir pra convidados onívoros. E porque já que sou brasileira, moro na Palestina e estava sendo filmada por uma francesa, precisava cozinhar algo italiano pro vídeo ficar ainda mais exótico. Vocês verão minha rua, a feira de Belém (e a feirante que fornece todas as folhas que entram na minha casa e que tem certeza que tenho 12 anos e me chama de “filhinha”), minha cozinha e, o mais importante, meus dotes culinários em ação. Amigos, sejam clementes e tentem não rir muito. Eu estava nervosa e me sentindo totalmente ridícula. Mas sobrevivi e estou aqui pra contar a história. Pra comemorar o centésimo post adoraria convidar todos os meus leitores pra jantar aqui em casa, mas como isso não é possível esse vídeo é a segunda melhor opção. Aceitem esse convite virtual e sejam bem vindos à minha cozinha (publicarei a receita dos gnocchi depois).

Anúncios