Vitamina de banana e laranja

Alguns alimentos considerados “saudáveis” pela maioria das pessoas não são muito populares aqui em casa. Eu falei de barrinhas de cereal industrializadas nesse post e o criticado da vez hoje é o suco de frutas. Estou me referindo aqui a sucos naturais, feitos com frutas frescas. Sucos industrializados são tão ruins que acho que ninguém mais pensa que é bom pra saúde, não é?

Minha antipatia por sucos de frutas pode ser justificada com três frases. Sucos contêm açúcar. Sucos não têm fibras. Sucos muitas vezes são consumidos algum tempo depois de terem sido preparados e já perderam boa parte das vitaminas.  Você sabia que meros 15 minutos depois de ser preparado, um suco de laranja já perdeu 70% da vitamina C? Essa vitamina é altamente oxidável e o contato com o ar destrói os benefícios do seu suquinho em poucos minutos.

Você pode escolher fazer suco sem açúcar (branco ou mascavo), não coar pra preservar as fibras (alguém aí já experimentou suco de umbu-cajá ou mangaba sem açúcar e sem ser coado?) e tomar tudo imediatamente depois de preparado, mas tem uma solução mais simples: comer frutas inteiras. Eu acredito que em matéria de alimentos, quanto mais próximo do seu estado natural eles forem consumidos, melhor. Sucos, mesmo não adoçados, são verdadeiros concentrados de frutose. Frutose é o açúcar das frutas e tem o mesmo efeito nefasto que o açúcar branco. Não estou dizendo que frutas não são saudáveis, mas sim que frutose não é. Já estou vendo a confusão que essa frase provocou em alguns leitores. Explico.

Frutose é tão ruim pra saúde quanto açúcar branco (se você não sabe, açúcar é 50% glicose e 50% frutose). Quando consumimos uma fruta fresca, consumimos frutose, mas também uma boa quantidade de fibras. As fibras freiam a entrada da frutose no organismo e então fica tudo bem. Mas quando esprememos ou trituramos a fruta e depois coamos pra fazer um suco, as fibras vão embora. Quando o suco entra no estômago as fibras da fruta não estão mais ali pra garantir que a frutose seja absorvida de mansinho, ela entra de uma vez no organismo. Depois de passar pelo intestino ela vai ser assimilada no fígado, que transforma a frutose em glicose. Como esse processo é feito em pouco tempo, a quantidade de açúcar no sangue aumenta de maneira brusca.

Outro grande problema dos sucos é que, por serem considerados uma bebida saudável, eles fazem parte da alimentação diária de muita gente. Excesso de glicose no organismo (a frutose do suco é transformada em glicose no fígado, lembra?) favorece o acúmulo de gordura. Li vários estudos explicando como o excesso de bebidas doces (refrigerantes E sucos de frutas) está intimamente ligado ao aumento dos casos de obesidade, principalmente nas crianças.

Ninguém deve se desesperar pensando “Pronto, não posso comer mais nada!” Como disse mais acima, a solução é muito simples, mais simples até do que fazer um suco: comer frutas inteiras. Além das fibras, que são indispensáveis pra nossa saúde (e não só pra desacelerar a entrada da frutose no organismo), frutas tem vitaminas e são uma delícia. A natureza pensou em tudo. Quando ela colocou frutose nas frutas, fez questão de colocar bastante fibras também. Espremer cinco laranjas e tomar o suco é fácil, mas comer cinco laranjas inteiras é mais difícil, pois toda aquela fibra vai encher seu estômago e você provavelmente vai ser obrigado a parar depois da quarta. Acho que esse é o papel da fibra nas frutas: te impedir de exagerar na dose de frutose. Não acha que a natureza está mandando uma mensagem aqui?

Querem sabe se tomo suco? Sim, mas muito raramente e nunca em casa. Gosto de degustar um suquinho quando estou no calor do Brasil, onde tem mangaba e umbu (frutas que adoro e que prefiro na versão suco do que inteiras). No resto do tempo prefiro me deliciar com mangas, uvas e laranjas no seu estado natural. Também adoro colocar frutas em vitaminas, pois assim não perco as preciosas fibras. O que nos leva à receita de hoje.

Já experimentaram fazer vitamina com uma laranja inteira (sem a casca, claro)? Fica uma delícia e conseguimos aliar a praticidade da bebida (é mais fácil engolir uma vitamina do que mastigar uma laranja) com todos os benefícios da fruta inteira. Eu trago algumas “más notícias” de vez em quando, mas também me esforço pra propor soluções simples.

 

Vitamina de banana e laranja

Rica em fibras (vindas da laranja e da linhaça), essa vitamina é uma ótima opção de lanche ou café da manhã. Eu corto bananas maduras em rodelas e congelo pra usar nas vitaminas, mas você pode usar só banana fresca, se preferir. Minhas bananas são pequenas, por isso uso duas. Se as suas forem grandes sinta-se à vontade pra usar só uma (fresca ou congelada). Amêndoa, banana e laranja ficam uma delícia juntas, mas você pode usar outro leite vegetal (leite de soja também fica ótimo).

1 banana pequena congelada (em rodelas)

1 banana pequena fresca

1 laranja

200ml de leite de amêndoas gelado (ou seu leite vegetal preferido)

1cs rasa de linhaça moída

Corte a laranja em quatro, retire a casca, as sementes e a parte branca que fica no meio (veja foto acima). Corte em pedaços menores e coloque a laranja no liquidificador com os outros ingredientes. Bata até ficar homogêneo. Será necessário triturar um pouco mais do que uma vitamina comum, pois as fibras da laranja são mais resistentes. Deguste imediatamente. Rende uma porção generosa.

Anúncios