Espero que todos estejam se divertindo e tendo um ótimo carnaval. Felizmente pra mim, por aqui não tem folia e com somente uma moradora na casa, as coisas estão mais tranquilas do que nunca.

O inverno desse ano está bem frio e como não tenho aquecedor (tenho um a gás, que está sem gás no momento, mas de todo jeito prefiro não usá-lo) passei os últimos dias com uma bolsa de água quente nos pés e uma caneca de chá nas mãos. Se pudesse, teria me refugiado embaixo das cobertas o tempo todo, mas tive que sair várias vezes sob a chuva grossa que não parou de cair durante toda a semana. No sábado saí pra comprar comida sob uma chuva de granizo e à noite comecei a me sentir meio mole, como se estivesse incubando um vírus malvado que iria explodir no dia seguinte. Ainda bem que tinha trazido pra casa as últimas romãs da feira.

Romã aqui é muito popular e durante boa parte do ano é possível encontrar suco fresco de romã nas esquinas da cidade. Tomei suco de romã pela primeira vez aqui, mas só recentemente comecei a prepará-lo em casa.  Nas lanchonetes e cafés eles usam um espremedor manual de ferro  estilo alavanca e eu achava que só com um desses seria possível extrair o suco dessa fruta. Mas depois de tentar com meu espremedor de laranja de plástico vi que também dava certo.

Sei que alguns posts atrás falei mal de sucos de frutas e disse que era sempre melhor consumir a fruta inteira. Continuo achando que é verdade, mas a romã tem um poder medicinal tão grande e é tão rica em antioxidantes que acredito que compensa. E de todo jeito, nunca consegui engolir as sementinhas da romã (mastigo bem, extraio o suco na boca e jogo resto fora), então nesse caso não faz nenhuma diferença.

A receita de hoje é na verdade uma dica. Quando começar a sentir que vai gripar, ou sempre que quiser dar uma forcinha ao seu sistema imunológico, corte uma romã madura ao meio e use um espremedor de laranja pra extrair o suco, exatamente como você faria com uma laranja. Você vai precisar fazer um pouco mais de força e talvez estourar com os dedos alguma sementinha que tenha ficado inteira (pressione as sementes contra o espremedor), mas sua saúde vai agradecer. Talvez tenha sido a combinação de suco fresco de romã, sopa de feijão e uma boa noite de sono, mas o fato é que domingo acordei novinha em folha.

Outra dica: se quiser retirar as sementes da romã pra comer ou utilizar em alguma receita, aprendi uma técnica infalível com Nigella Lawson. É só cortar a romã ao meio e bater no lado da casca com uma colher de pau.

Antes de ir embora, uma imagem do meu “carnaval” aqui. Mais tranquilo impossível!

Anúncios