Ensopado de cenoura, lentilha coral e arroz

Dias atrás eu estava me sentindo adoentada, com uns problemas intestinais e uma ameaça de gripe. Tentando fazer algo rápido e nutritivo, usando os poucos ingredientes que eu tinha na cozinha, nasceu um ensopado muito interessante. Ralei as cenouras, pra cozinhar mais rápido, usei bastante alho, pra aproveitar o seu poder medicinal, e finalizei com um pouco de farinha de arroz branco, pra segurar o meu estômago desgovernado. Pra minha surpresa Anne, que nem estava doente, comeu também e aprovou. E enquanto comia não pude deixar de pensar que minha receita improvisada poderia se transformar, com alguns ajustes, em comida pra criança.

Faz tempo que penso em postar receitas pra crianças pequenas, como expliquei no post sobre minha primeira sobremesa criança-friendly, o sorbet de melancia e banana. Na segunda vez que fiz esse ensopado, já curada, deixei ele ainda mais nutritivo ao acrescentar lentilhas. Gosto de usar lentilha coral aqui porque elas cozinham muito mais rápido do que lentilhas comuns, além de deixar o prato com uma cor dourada linda (a cúrcuma também ajuda a intensificar o dourado do ensopado). Além da aparência ensolarada, o sabor desse ensopado é suave, por isso imagino que ele tem tudo pra fazer sucesso com as crianças. Mas, como não tem nenhum bambino aqui pra testar a receita, não posso garantir.

Uma palavrinha sobre farinha de arroz. Eu faço a minha em casa, triturando arroz cru no liquidificador. A vantagem de usar essa farinha, ao invés dos grãos inteiros, é que ela cozinha mais rápido. Comecei a transformar arroz em farinha quando Shams apareceu na nossa vida e eu precisei preparar comida pra um gatinho bebê. Era mais fácil pra ela comer assim, além de ficar pronto em poucos minutos. Desde então passei a usar essa farinha pra engrossar sopas e ensopados.

Com pequenas adaptações acabei criando três versões desse prato: uma pra adultos sadios, uma pra convalescentes e outra pra crianças pequenas.  Explico como preparar cada uma e você escolhe a que for mais adaptada às suas necessidades. Essa receita também foi testada, e aprovada, por animais não-humanos (veja a última foto desse post), então posso afirmar que ela é boa adultos, crianças e gatos.

 

Ensopado de cenoura, lentilha coral e arroz

Quem mora em Natal pode comprar lentilha coral na loja Kouzina (falei da loja no Guia Vegano de Natal). Quem não encontrar lentilha coral pode usar lentilha comum, mas como ela demora mais pra cozinhar faça o seguinte: antes de começar a preparar o ensopado, ferva a lentilha em bastante água, até ficar quase totalmente cozida, escorra e reserve. Junte a lentilha pré-cozida ao ensopado no momento em que a receita diz pra colocar a lentilha coral crua na panela.  Se você tiver um punhadinho de coentro na geladeira, esse ensopado ficará melhor ainda. O óleo de linhaça deixa o prato mais nutritivo e muito rico em ômega 3, mas se você não tiver, pode usar a mesma quantidade de azeite.

1 cebola, picada

3-4 dentes de alho, amassados/ralados

4 cenouras médias, raladas no ralo grosso

1x de lentilha coral (ou comum, leia instruções acima)

4cs de farinha grossa de arroz*

1 caldo de legumes sem conservantes (opcional)

1/3cc de cúrcuma + 1/2cc de cominho em pó

1cs de azeite + 2cs de óleo de linhaça

Sal e pimenta do reino a gosto

Suco de 1 limão pequeno, ou a gosto

Doure a cebola em 1cs de azeite. Junte o alho e a cenoura ralada e refogue durante alguns minutos. Despeje a lentilha coral na panela e cubra com um litro de água. Acrescente o caldo de legumes, se estiver usando, a cúrcuma e o cominho e deixe ferver. Baixe o fogo e cozinhe, tampado, até a lentilha ficar macia. Junte a farinha de arroz e mais 300ml de água e cozinhe, em fogo baixinho e mexendo de vez em quando, mais 5 minutos ou até o arroz ficar bem cozido. Se achar que a mistura está muito espessa junte um pouco mais de água. Prove e corrija o sal. Fora do fogo acrescente o suco de limão. Sirva cada porção regada com 1/2cs de óleo de linhaça e uma pitada de pimenta do reino (melhor se for moída na hora). Rende 4 porções.

*Pra fazer a farinha grossa de arroz, triture arroz cru (branco ou integral) no liquidificador, 2 xícaras por vez, até atingir a textura de areia. Se quiser uma farinha fininha, passe pela peneira. Guarde a farinha de arroz em um pote fechado, em temperatura ambiente.

Versão pra crianças pequenas: Faça a receita acima deixando de fora o caldo de legumes, as especiarias e o limão e usando somente 2 dentes de alho. Se preferir uma textura cremosa, passe o ensopado pronto no liquidificador antes de servir. Se o seu bebê tiver mais de um ano você pode um pouco de especiarias pra temperar o ensopado (uma pitada de cúrcuma e uma de cominho). Rende 6-8 porções, dependendo da idade/apetite da criança.

Versão pra doentes do estômago e de gripe: Use a receita acima como guia, mas deixe de fora a lentilha, o caldo de legumes e as especiarias e aumente a quantidade de alho pra 8-10 dentes. Assim você obtém um ensopado leve e digesto que, graças ao poder medicinal do alho, vai fazer o doente se sentir melhor (alho ajuda na digestão, combate fermentação pútrida no intestino, combate diarreia e parasitas intestinais, é expectorante e funciona como antitérmico natural).

 

Anúncios