Salada de batata com maçã e azeitona, ou “a salada de Lila”.

Eu já falei muito da minha irmã caçula aqui no blog, mas acho que nunca mencionei que tenho mais duas irmãs. Ao contrário de Lu e eu, elas não sentem nenhum afeto pela cozinha e a mais velha, Lila, é famosa pela falta de talento nesse departamento (ela tem vários outros talentos, garanto). Na hora de preparar comida, o que ela faz cada vez mais raramente, Lila junta a falta de interesse com a falta de paciência, mistura o que vir pela frente, corta as verduras em quatro (e se justifica dizendo “estilo chinês!”) e o resultado, embora comestível, nunca impressiona ninguém. Como eu disse, ela tem outros talentos e nem todo mundo faz questão de brilhar na cozinha como eu.

Mas Lila tem uma especialidade: salada de batata com maçã e azeitona. Não faço ideia da origem da receita, nem como ela foi parar nas mãos da minha irmã, mas faz muitos anos que essa salada tem presença obrigatória na nossa mesa. Nenhuma celebração é completa sem ela e um jantar só é especial se contar com a salada de Lila.

A versão de Lila tem batata, maçã, azeitona e o molho é uma mistura de maionese e creme de leite. Há tempos venho pensando em fazer a versão vegana da especialidade da minha irmã, mas meu desejo era deixa-la mais nutritiva, além de 100% vegetal.  Eu poderia ter usado um molho à base de tofu, como na minha salada de batata preferida. Além de delicioso, esse molho tem uma textura parecida com a mistura maionese/creme de leite usada na receita original. Mas nem sempre tenho tofu em casa e sei que muitos leitores têm dificuldade de encontrar tofu de qualidade em suas cidades. Como sempre tenho um potinho do meu hummus na geladeira, decidi incorporar essa pasta na salada. E como nenhum prato é completo pra mim sem pelo menos um tiquinho de verde, acrescentei salsinha picada à minha versão.

Pode até parecer estranho usar hummus como molho aqui, mas ele casou perfeitamente com os outros ingredientes e o sabor, misturado com os vegetais, ficou bem mais discreto. Sem contar que hummus é uma das coisas mais nutritivas, e deliciosas, que existe. O que faz dessa salada algo realmente especial é a combinação de texturas (a batata macia e a maçã crocante) e de sabores (o doce da fruta misturado ao salgado das azeitonas). E como adoro ervas frescas, a salsinha era a nota que faltava pra ficar realmente perfeito.

Confesso que não sou fã de batata e se tiver que escolher, prefiro sempre saladas à base de folhas (como essa aqui, por exemplo), mas tenho que reconhecer que essa salada é muito gostosa. Se você gosta de saladas com legumes cozidos e maionese, experimente essa versão original e muito mais nutritiva. Ainda não tive a oportunidade de servir minha versão pra Lila, mas tenho certeza que ela aprovaria.

A salada de batata de Lila (modificada por mim)

Uso um hummus tradicional nessa salada. A receita está aqui. As outras saladas de batata que apareceram aqui no blog: salada de batata com azeitona preta e azeite e salada de batata com tofu defumado e uva (com vídeo!).

4 batatas médias

3 maçãs

1/2x (bem cheia) de azeitonas verdes, picadas grosseiramente

Um punhado de salsinha

5cs de hummus

1cs de azeite

Sal e pimenta do reino

Descasque e corte as batatas em cubos médios. Cozinhe na água salgada, ou no vapor, até ficar macia (cuidado pra não cozinhar demais, senão os cubos de batata virarão purê quando você misturar com os outros ingredientes). Transfira a batata cozida pra uma saladeira grande e deixe esfriar completamente. Se você cozinhou a batata no vapor, salgue a gosto. Corte as maçãs com casca em cubos médios, do tamanho dos cubos de batata. Coloque as maçãs cortadas, as azeitonas e a salsinha picadas na saladeira. À parte misture o hummus com o azeite e bata com um garfo pra incorporar. Se seu hummus for bem espesso, junte 1 ou 2cs de água pra afinar um pouco. O ideal é atingir uma consistência parecida com maionese: cremosa e não muito densa. Despeje sobre os vegetais, tempere com pimenta do reino (melhor se for moída na hora) e misture delicadamente pra não amassar as batatas. Prove e corrija o tempero. Sirva em temperatura ambiente ou, como fazemos na minha família, gelada. Rende 4 porções como acompanhamento.

Anúncios