colheita

Entre os meses de outubro e novembro é época de colher azeitonas na Palestina. Essa é uma das atividades mais antigas aqui. Muitas oliveiras são centenárias e algumas têm mais de mil anos. A mais antiga (talvez a oliveira mais velha do mundo) fica no vilarejo de Al Walaja, pertinho de Belém, e tem entre 4000 e 5000 anos ! (Infelizmente essa árvore está ameaçada pelo muro de separação que Israel está construindo ao redor de Al Walaja.)

colheita2

A época da colheita de azeitonas aqui é uma das minhas preferidas. Os palestinos têm uma relação muito forte com a terra e sentem muito orgulho de suas oliveiras. Quase metade das terras cultivadas aqui são cobertas de oliveiras e cerca de 100 mil famílias dependem da colheita pra sua renda. Nos últimos anos ajudei vários amigos a colher azeitonas. Todos os membros da família participam dessa atividade e é comum ver três gerações nos campos. Pras crianças isso está mais pra festa do que pra trabalho, claro, mas os pais também usam essa oportunidade pra ensina-las a amar e respeitar a terra dos seus antepassados. O trabalho é interrompido algumas vezes por canecas de chá e café e no meio do dia tem sempre um grande  piquenique embaixo das árvores. Passar o dia ao ar livre, em contato com a natureza, é extremamente agradável pra quem passa tanto tempo na frente do computador, como eu.

colheita13

Foto feita por Anne.

Mas os estrangeiros não se juntam aos palestinos durante a colheita somente pra aproveitar o ar fresco. Muitas colônias ilegais israelenses (construídas em terras palestinas confiscadas desde 1967) ficam perto dos campos de oliveiras. As agressões cometidas pelos colonos contra os agricultores palestinos aumentam consideravelmente durante a colheita. Em muitos vilarejos palestinos eles cortam as oliveiras, colocam fogo nos campos e agridem fisicamente os palestinos que tentam colher as azeitonas nas suas próprias terras. Em Hebron grupos de colonos roubam as azeitonas de vários agricultores palestinos, sem que eles possam se defender ( uma parte de Hebron é controlada pelo exército israelense). Sem falar que por causa das inúmeras bases militares israelenses construídas dentro de terras palestinas e do muro de separação, que impede os palestinos de terem acesso às suas terras, os agricultores que têm oliveiras nessas zonas precisam de uma autorização do exército israelense pra colher suas azeitonas. Muitas famílias recebem autorizações de apenas dois ou três dias e são obrigadas a tentar a missão impossível de fazer um trabalho que geralmente leva de um a dois meses em poucos dias (claro que não conseguem colher todas as azeitonas e todo ano acabam perdendo uma parte da produção). Então os estrangeiros ajudam fornecendo mais braços e oferecendo uma pequena proteção contra as agressões dos colonos e soldados.

colheita5

Apesar dessa época de alegria ter virado sinônimo de sofrimento em vários lugares aqui, quero compartilhar com vocês hoje os momentos felizes que passei ajudando amigos a colher azeitonas.

colheita7IMG_0726 copycolheita8

colheita9

IMG_2907 copyIMG_2908 copyIMG_2896 copy

Descubram um pouco mais sobre a colheita de azeitonas na Palestina nesse artigo (do ano passado, mas infelizmente nada mudou). Fotos, informações e vídeos sobre a colheita desse ano aqui. E não deixem de ver as magníficas oliveiras de Gaza fotografadas por Anne aqui (as fotos foram feitas pouco antes do início do ataque israelense).

Tem uma fruta muito estranha no meio dessas azeitonas...

Tem uma fruta muito estranha no meio dessas azeitonas…

E no próximo post vou mostrar como as azeitonas se transformam em azeite. Aguardem.

Anúncios